Noticias


Pesquisa sobre nascimento de Bicudos

postado em 17 de jan de 2016 18:07 por Renato Garcia da Silva

Olá.

Boa tarde, espero que esteja tudo na santa paz.

Meu nome é Hélio. Sou biólogo, criador amadorista de bicudos e curiós de Minas Gerais.

Estou reeditando para publicação o meu artigo científico apresentado como exigência para conclusão do curso de ciências biológicas: Criatórios de Sporophila maximiliane (Cabanis, 1851) como estratégia de conservação da espécie. Nesse artigo, falo sobre o importante trabalho feito pelos criatórios legalizados, para a preservação do bicudo.

Em um dos anexo, há uma tabela, que está sendo atualizada, com dados de diversos criadores. Cito o nome do criatório, a cidade, a categoria (comercial ou amador) e a quantidade de filhotes nascidos no biênio 2014/2015.
Quantidade de nascimento em 2014:
Quantidade de nascimentos em 2015:

Desta forma, gostaria de saber se posso contar com vossa ajuda, citando os dados acima, para que sejam incorporados no trabalho.

Pretendo publicar em um periódico de meio ambiente, afim de divulgar o trabalho sério dos criadores, onde irá constar o nomes participantes que cederam as informações. Tão logo esteja publicado, também irei divulgar o trabalho em pdf na internet.

Obrigado pela atenção.

Hélio
Belo Horizonte/MG


Boletim Informativo 01/2016 – “Chapa Vilmar Fernandes”

postado em 8 de jan de 2016 16:49 por Renato Garcia da Silva

Boletim Informativo 01/2016 – “Chapa Vilmar Fernandes”

           

Com muita estranheza,  justamente próximo à eleição, é publicado um edital, assinado pela diretoria executiva,  que se quer foi consultada,  convocando “todos os presidentes de clubes e associações ornitológicas do Estado de São Paulo filiados à Feosp”, nos termos do estatuto social da entidade, a participarem de Assembléia Geral Extraordinária, sendo a pauta única: I) Ajustes no Estatuto Social.

Alertado pelo seu atual secretário o Sr. João Paulo Saggioro de que o edital estava incompleto pois a convocação deveria estar sendo feita também a todos o associados, ou seja, tanto os criadores filiados como as entidades em dia com suas obrigações   tem direito à participação na assembleia conforme o estatuto vigente, artigo 10, item I, letra c e artigo 10, item II,  letra d, pois o direito à participação nas assembléias gerais ou extraordinárias e de votação do associado é assegurado pelo nosso Estatuto. Fora isto é preciso esclarecer a matéria em pauta para a discussão do dia, dizendo o que será discutido, porque “fazer ajustes" é uma coisa, alteração é outra,  sendo assim  é necessário informar aos associados quais os ajustes que se pretende re! alizar. Desta forma, o Sr. João Paulo secretário da entidade solicitou que o edital fosse refeito. Mais uma vez de forma muito estranha o presidente nem se quer deu satisfação ao seu secretário.

            Vimos que 2015 foi um ano desastroso em termos de torneios de fibras e cantos, totalmente desorganizados, houve alteração do calendário oficial em desacordo com a diretoria técnica, bicudo de roda sendo premiado em 1º lugar com entrega de troféu e posteriormente deslocado ao 2º lugar no site torneios.org.br, proprietário e juiz de roda marcando o tempo do seu próprio pássaro, falta de comunicação entre a Presidência da Feosp e seus Diretores, tarefas definidas em reunião de diretoria que não foram executadas, descumprimento de compromissos financeiros em projetos importantes, total falta de transparência contábil e financeira, etc..

            Deixou de ser pior graças à contemplação da primeira fase do projeto de reintrodução de Bicudos na natureza, idealizado ainda na primeira administração do saudoso Vilmar Fernandes,  onde o companheiro Adir com muito empenho, dedicação, e muitas vezes utilizando-se de recursos próprios, fez com que o projeto se tornasse uma realidade.

            Tamanha é a importância deste projeto aos olhos dos Órgãos governamentais bem como de toda a sociedade brasileira que ocupou vários espaços com destaques nos meios de comunicações, que certamente ocorrerão nas fases seguintes.

            Após o falecimento do saudoso “Vilmar Fernandes”, as decisões tomadas pela Feosp têm sido unilateralmente, ou seja, de forma ditatorial pelo seu atual Presidente, que por sua vez, apóia escancaradamente a outra chapa, haja vista usarem até papéis personalizados da Feosp em suas divulgações.

            Ocorrências como essas, dentre outras, que nos motivaram à formação da CHAPA VILMAR FERNANDES.

            Amigos é tempo de acordarmos, de sairmos deste sono profundo e encararmos a realidade.

            A classe e/ou categoria está à beira do caos, à deriva, sem direção alguma dentro do Estado de São Paulo.

            Vejamos: o procedimento ético, moral e transparente, dentro de uma Entidade dignamente administrada, para se chegar a uma decisão desta natureza, iniciar-se-ia  com uma reunião da sua Diretoria Executiva; após os debates e acordos sobre o tema proposto, o registro em Ata.

            Nada disso ou algo semelhante ocorreu. Foi uma decisão pura e simples da pessoa do seu Presidente que assinou por toda a Diretoria Executiva, tornando-se um ato nulo ou anulável pelo simples bom senso, sem precisar recorrer a qualquer legislação específica.

            Preocupamo-nos muito com isso, pois ele apóia a outra chapa, cujo candidato a Presidente se diz e discursa como diretor da Feosp, sem sabermos, contudo,  como se chegou a ocupar tal cargo de diretor e que cargo seria esse.

            Aliás, candidato este que segundo o Sr. Dener Giovanini (RENCTAS),  em alguns dos seus áudios, disse claramente que caso a outra chapa venha ganhar as eleições,  romperá qualquer vínculo existente e não apoiará em nada qualquer ação que estejam envolvidos Feosp/Cobrap, pois considera o candidato à presidência da outra chapa e os dirigentes da Cobrap  como pessoas desagregadoras, vendedoras de peixes podres, além de outros adjetivos pejorativos.

            Desagregadoras porque por onde passam só ficam intrigas,  desavenças, formações de opiniões contrárias ao interesses comuns e sobretudo por agirem pensando somente em si mesmos. Vendedoras de peixes podres porque acreditam serem  os donos das verdades, se consideram acima de todos e das Leis, iludindo os criadores, como exemplo na questão da GTA, onde rasgam preceitos da Lei maior que é a Constituição Federal e os jogam no lixo.  

            Amigos, nós da “CHAPA VILMAR FERNANDES” somos simples amantes e criadores amadores de pássaros como vocês, acima de tudo hobbystas.

            Apesar de tudo, acreditamos que podemos reverter o atual quadro porque somos fortes.

            Unidos e com objetivos que atendam unicamente aos nossos interesses,  elevaremos a classe e/ou categoria ao estágio que ela deveria estar há muito tempo, além de resgatarmos os princípios e ideais que levaram à criação da Feosp.

            Abraços.

 

CHAPA VILMAR FERNANDES

ATENÇÃO CRIADOR - RECADASTRAMENTO SISPASS/SEMA

postado em 5 de ago de 2014 08:14 por Renato Garcia da Silva

Atenção amigo criador, recebemos email do Sr. Cleverson Herrero do site Criador da Serra com a seguinte mensagem:

A CORDENADORA DO SISPASS DO MATO GROSSO SRa EDILAINE PEDIU PARA REPASSAR A TODOS QUE ENTRASEM EM VOSSOS CADASTROS E EM SEGUIDA FOSSE EM "EMITIR LICENÇA", PARA QUE MUDE NO SISTEMA PARA ELES A INFORMAÇÃO QUE JÁ FOI FEITO O PAGAMENTO DE 2015, SE NÃO FAZER ISTO NÃO TEM COMO ELA LIBERAR OS CADASTROS DOS AMIGOS.

DUVIDAS LIGAR PARA 65-9987-4392 (CLEVERSON HERRERO)

Email enviado pelo Sr. Eloísio (IBAMA - MT)

postado em 20 de jun de 2014 20:30 por Renato Garcia da Silva

Email enviado pelo Sr. Eloísio (IBAMA - MT)

Comunicamos que contrariando o estabelecido no acordo de cooperação técnica 21/2013 entre IBAMA e SEMA/MT, por orientação verbal da Diretora da DBFLO repassada a terceiros deste setor, os processos de criadores amadoristas de passeriformes constituídos no IBAMA não serão repassados para SEMA, incluindo os referentes a solicitações de autorizações para realização de torneios, os quais deverão ser novamente protocolados na integra na SEMA/MT.

Papagaios e couro de jaguatirica são apreendidos em chácara em MT

postado em 11 de abr de 2014 06:18 por Renato Garcia da Silva

Papagaios e couro de jaguatirica são apreendidos em chácara em MT

Agricultor foi autuado por maus tratos e guarda de animal silvestre.
Suspeito alega que papagaios caíram do ninho e que não pratica caça.

Do G1 MT

Animais silvestres estavam numa chácara em MT.
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Um agricultor de 41 anos foi autuado por maus tratos de animais e guarda de animal silvestre depois que policiais civis da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) encontraram em uma chácara em Nossa Senhora do Livramento, a 42 km de Cuiabá, o couro de uma jaguatirica e dois papagaios criados em cativeiro. Também foram apreendidas quatro armas de foto e 56 munições de calibres variados.

A chácara fica na comunidade Campo Alegre de Cima. A polícia cumpriu mandado de busca e apreensão no local na manhã desta quinta-feira (10) após denúncia de prática clandestina de caça de animais silvestres. O suspeito foi autuado ainda por posse irregular de arma de fogo e munições. Filho da dona do sítio, ele negou praticar a caça de animais e alegou que cuida dos papagaios desde que eles caíram do ninho, ainda filhotes.

saiba mais

O agricultor disse também que as armas - três espingardas calibres 22, 36 e 28 e um revólver calibre 38 – foram herdadas do pai, assim como as munições. Também foram apreendidas na chácara uma baleira para munições calibre 38 de couro, um apito para pássaros, três capas para espingardas de lona, uma pilha recarregável, uma bolsa pequena e duas gaiolas.

Em relação à pele de jaguatirica, o suspeito declarou que um amigo deixou o material no sítio depois de um churrasco. O agricultor pagou fiança de oito salários mínimos e vai responder pelos crimes em liberdade.

Baixas manuais de boleto

postado em 30 de mar de 2014 06:32 por Renato Garcia da Silva

Publicamos conforme email que recebemos do Sr. Eloísio (IBAMA)
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Boa tarde. Comunicamos que as baixas manuais dos boletos referentes as licenças não reconhecido pagamento após 15 (quinze) dias pelo Sispass deverão ser feitas pela SEMA/MT, devendo os respectivos requerimentos serem protocolados no referido órgão, assim como os referentes aos demais assuntos. Quanto aos documentos protocolados no IBAMA estes não foram atendidos por pendencias por parte dos criadores ou por vedação legal, devendo serem protocolados novamente na Sema/MT. Favor repassar aos criadores.

Atendimento feito pela SEMA - MT

postado em 23 de fev de 2014 16:55 por Renato Garcia da Silva

PUBLICAMOS EMAIL QUE RECEBEMOS DO SR. ELOISIO (IBAMA)

"Reiteramos que o atendimento aos criadores esta sendo feito pela SEMA/MT, devendo os novos documentos serem protocolados diretamente naquele órgão, com exceção de baixa manual de boletos, atentando ao disposto no site http://www.ibama.gov.br/servicos/sispass-criacao-amadora-de-passeriformes-da-fauna-silvestre-brasileira , os quais devem ser protocolados no ibama. Os documentos pendentes no ibama serão repassados a Sema/MT, mas caso o interessado queira poderá fazer novo protocolo naquele orgao. Quanto aos torneios, as entidades que solicitaram os processos continuam no ibama, para onde devem ser encaminhados os documentos, até ulterior encaminho a sema. As entidades que não protocolaram no prazo da IN 10/2011 não poderão fazê-lo. Favor confimar recebimento e replicar."

Informativo Cobrap - 01/14

postado em 21 de jan de 2014 06:20 por Renato Garcia da Silva

INFORMATIVO COBRAP

Nº 01/14

 

Companheiros

No próximo final de semana encerraremos oficialmente o Campeonato COBRAP 2013, em Ribeirão Preto SP, em parceria com a ACPRP - Associação dos Criadores de Pássaros de Ribeirão Preto.

A noite do dia 25/01/2014 será muito importante, pois teremos a oportunidade de confraternizarmos e celebrarmos as conquistas de 2013. O evento será realizado no Salão Vip do Clube Ipanema (Rua Arthur Diederichen, 255 Bairro Campos Elíseos) sendo composto de recepção e premiação do Campeonato Nacional COBRAP 2013 ACPRP 2013.

No dia 26/01/2014 teremos o Torneio de encerramento COBRAP ACPRP, no Parque de Exposições (Av. Orestes Lopes Camargo, S/N Bairro Jóquei Clube) com apresentação das preciosidades que participaram dos eventos de 2013.

Contamos com a presença de todos os companheiros para abrilhantarmos o evento.

Em virtude de minha ausência, nossa reunião anual para definição dos torneios do ano de 2014 não acontecerá durante o evento, porem com a colaboração e parceria das Federações já estamos efetuando os levantamentos necessários para o fechamento do calendário 2014.

A fim de propiciar uma maior participação dos criadores pretendemos realizar torneios cada vez mais estruturados, planejados e organizados, e brevemente informaremos o local e data de realização dos mesmos.

A criação do PORTAL COBRAP já está em fase de finalização, nosso portal será moderno e inovador e entre outras novidades terá o modulo REBRAC (Rede Brasil de Criadores) um importante instrumento para União e Fortalecimento de nossa classe.

Tudo o que estamos construindo é com trabalho voluntario de vários colaboradores e com o apoio das Federações e cada vez mais aUnião e Colaboração de Todos se faz necessária para a busca incessante do nosso fortalecimento.

O ano de 2014 será muito importante, com grandes desafios, porem focados no fortalecimento da nossa classe e com a União de Todoschegaremos ao sucesso.

Agradeço a colaboração dos senhores, um forte abraço a todos!

Brasília, 20 de janeiro de 2014.

 

Mauro Gilberto Franco Marques

Presidente

Presa quadrilha que comercializava anilhas falsas para identificação de pássaros

postado em 15 de out de 2013 10:42 por Renato Garcia da Silva   [ 15 de out de 2013 17:36 atualizado‎(s)‎ ]

Grupo clonava anilhas em Goiás e vendia para criadores de pássaros de MG, SP e ES. Cerca de 300 canários-da-terra capturados da natureza foram recolhidos e sete pessoas acabaram presas em flagrante

Estado de Minas

Publicação: 03/07/2013 14:07 Atualização: 03/07/2013 14:57


A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira a “Operação Bastardos”, para desarticular uma quadrilha especializada em fabricar e comercializar anilhas falsas de identificação para pássaros. Os acessórios eram fabricados em Goiás, de onde eram repassados para clientes de Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo.

As investigações tiveram início na Região Metropolitana de Vitória (ES), a partir da identificação de um grupo que vinha vendendo anilhas clonadas para criadores de pássaros. A estratégia era forjar aparência de legalidade a animais em situação irregular - a maioria aves capturadas da natureza. As anilhas eram fabricadas com a mesma numeração de outras já registradas no Ibama, como forma de tentar burlar a fiscalização do órgão.

Segundo informações da polícia, os acessórios de identificação eram fabricados em Goiás, no município de Padre Bernardo, que faz divisa com o Distrito Federal. De lá eram encaminhadas para clientes localizados em pelo menos três estados: Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo. Somente para o grupo que atuava no Espírito Santo, a estimativa é de que foram enviadas cerca de 5 mil anilhas nos últimos 12 meses. A procura era maior para colocação em canários-da-terra, coleiros e trincaferros.

Alguns dos suspeitos atuavam, ainda, no comércio irregular de pássaros silvestres. Durante as investigações, foram apreendidos cerca de 300 canários-da-terra capturados da natureza e sete pessoas foram presas em flagrante. As aves foram encaminhadas ao Ibama para serem reintegradas à natureza.

Ao todo, cerca de 70 policiais federais e 15 fiscais do Ibama participam da Operação para cumprir 15 mandados de busca e apreensão em Taguatinga (Distrito Federal); Padre Bernardo (Goiás); Uberaba e Uberlândia (Minas Gerais); Franca e Ribeirão Preto (São Paulo); e Vitória, Vila Velha e Cariacica (Espírito Santo).Foi expedido também mandado de prisão preventiva para o fabricante das anilhas, que reside em Goiás. 

Os investigados vão responder pelos crimes de falsificação e/ou adulteração de selo ou sinal público, com pena de 2 a 6 anos, e formação de quadrilha, com pena de 1 a 3 anos. Os que atuavam no comércio de pássaros vão responder, ainda, por transporte e venda de espécimes da fauna silvestre, com detenção de 6 meses a 1 ano e maus-tratos a animais silvestres, com pena de 3 meses a 1 ano.

Emissão de Licenças e Cadastro de novos Criadores

postado em 3 de out de 2013 14:23 por Renato Garcia da Silva

Segue abaixo, email enviado a nós pelo Sr. Eloisio do IBAMA-MT

---------------------------- 
Boa Tarde, segundo informações de Brasília, está liberado a emissão das licenças 2014 bem como cadastro de novos criadores no sispass. o atendimento continua no ibama até treinamento e repasse definitivo ao Estado.

1-10 of 110